Prefeita de Nova Brasilândia, Marilza Augusta participa de reunião com prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, na intenção de fortalecer o vínculo entre os municípios

Por BAIXADA NEWS em 11/06/2021 às 12:33:04

A prefeita Marilza Augusta, esteve reunida, na tarde desta quarta-feira (9), com gestores dos municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal da Saúde da Baixada Cuiabana, onde o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, oficializou a participação do município no consórcio de saúde. O encontro foi realizado na sede do Palácio Alencastro, em Cuiabá.


O Consórcio visa fortalecer as ações de saúde em atendimento à população. Fazem parte do consórcio os municípios de Nova Brasilândia, Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Planalto da Serra, Acorizal, Jangada, Rosário Oeste, Nobres, Nossa Senhora do Livramento, Poconé, Barão de Melgaço, Cáceres, Santo Antônio do Leverger e Várzea Grande.


A prefeita de Nova Brasilândia e presidente do Consórcio, Marilza Augusta, citou que é importante a participação dos gestores para enfrentar este período de crise.




"Quero agradecer ao prefeito pela sensibilidade e comprometimento em olhar para Consócio da baixada cuiabana porque Cuiabá é nossa cidade mãe e seria inviável hoje o trabalho do consórcio se não tivesse Cuiabá junto. Agradecer pela parceria e colocar à disposição para trabalhar cada vez mais em prol dos nossos municípios", ressaltou.


"Este Consórcio é para solicitar a união dos prefeitos da baixada cuiabana. Se o município grande já sofre muito, imagine o pequeno que está passando por um período de muita dificuldade, um período econômico muito complicado. Se Cuiabá não fizer a parte como a cidade mãe da baixada cuiabana, eles não conseguirão avançar. De qualquer forma, todos os problemas e demandas do Estado recaem em Cuiabá. Então, a capital tem que socializar os problemas e ajudar e amparar os municípios para poder superar este período de pandemia que se agravou a situação econômica dos municípios", ressaltou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, enfatizando que o repasse será de R$ 35 mil ao mês, totalizando um valor de R$ 420 mil por ano.




O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, citou que parceria firmada é um marco histórico. "Quero agradecer a parceria que está se estabelecendo hoje aqui em Cuiabá com o consórcio recém-criado aqui na nossa região. Este momento é importante porque a única região que era desprotegida, que não tinha um consórcio de saúde, era exatamente aqui do vale de Cuiabá. Não vai funcionar nenhum Consórcio de Cuiabá sem a participação efetiva do prefeito Emanuel", sentenciou.




Fonte: Assessoria de Comunicação - Prefeitura Municipal de Nova Brasilândia

Comunicar erro

Comentários